Skip directly to content

Governo de MS debate monitoramento de carbono na agropecuária e lança Carne Sustentável do Pantanal

quinta-feira, 1 Março, 2018

Campo Grande (MS) – O incentivo à adoção de práticas sustentáveis que promovam a redução das emissões de carbono na produção industrial e agropecuária de Mato Grosso do Sul é um dos eixos estruturantes da política de desenvolvimento econômico implantada pela administração estadual do governador Reinaldo Azambuja, em consonância com as diretrizes e metas nacionais firmadas na COP 21.

Para tratar do assunto, nesta terça-feira (27), a Embrapa Gado de Corte realiza o Fórum “Oportunidades de precificação de carbono no setor agropecuário”. O evento conta com o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e será realizado às 8h, no auditório da Famasul. A organização também conta com a participação da WRI Brasil.

“O Brasil tem condições de liderar a questão das mudanças climáticas e Mato Grosso do Sul apresenta hoje uma situação favorável para despontar como referência, pois oferece condições competitivas para o setor produtivo e abriga boas práticas de sustentabilidade. A realização desse fórum é fundamental para nos auxiliar na implementação de políticas públicas inovadoras”, comenta o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Durante o fórum, será debatida a utilização de ferramentas de precificação de emissões de carbono no setor agropecuário. Essa é uma discussão que ocorre em âmbito nacional, sob supervisão do Ministério da Fazenda e integra o projeto PMR Brasil (sigla para Partnership for Market Readiness, Parceria para a Preparação do Mercado), com foco na futura regulação do setor no País. O evento irá contar com a presença do governador Reinaldo Azambuja, autoridades governamentais, pesquisadores e representantes do setor empresarial.

Carne Sustentável do Pantanal

Além do debate sobre as emissões de carbono, o fórum também será palco para o lançamento das medidas do Governo do Estado para o apoio à produção de Carne Sustentável no Pantanal. O governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck assinam a resolução que trata do assunto. “Mato Grosso do Sul está no radar dos países consumidores de alimentos devido à qualidade e confiabilidade de seus produtos, e o governo do estado, atendendo à essa demanda, lança o programa carne sustentável do Pantanal. Estamos transformando em política pública um protocolo de produção sustentável desenvolvido pela ABPO (Associação Brasileira de Pecuária Orgânica) e WWF ”, afirma Verruck.

O objetivo do Governo do Estado é fomentar a competitividade e incentivar a pecuária bovina de baixo impacto ambiental no Pantanal, estimulando a produção baseada no modelo tradicional, com baixo nível de intervenção nos recursos naturais existentes naquela região, e utilizando-se de escopos tecnológicos, para linhas de produtos característicos e diferenciados, com maior agregação de valor e devidamente certificados, por empresas certificadoras independentes de terceira parte, acreditadas pelo Inmetro.

O apoio à produção de Carne Sustentável no Pantanal será inserido no contexto do Proape (Programa de Avanços na Pecuária de Mato Grosso do Sul), instituído pelo decreto nº 11.176, de 11 de abril de 2003, na parte relativa à bovinocultura. Além da Semagro, integram a iniciativa a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda); a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul e ABPO (Associação Brasileira de Pecuária Orgânica).

Texto: Marcelo Armôa – Assessoria de Comunicação da Semagro